Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, S.P., Brazil
Meu email:jcmreina@hotmail.com

domingo, 5 de maio de 2013

A Prática do Amor







O que é praticar o amor? Muitas pessoas vivem a procura do amor, da alma gêmea, daquela pessoa que viverá ao seu lado para sempre. Estas pessoas vivem da fantasia de que exista aquela pessoa perfeita, o príncipe encantado ou princesa encantada. Pessoas que vivem na esperança de finalmente encontrar sua cara metade, a tampa da panela, estas coisas. É fato que o ser humano não é feliz quando vive só. Existem teorias como a de que o ser humano deve estar de bem consigo mesmo e assim, estar preparado para encontrar alguém, para ter um relacionamento. É uma verdade, mas volto a dizer que nenhum ser humano é feliz sozinho.  Mas será que sabemos o verdadeiro significado do amor? Será que sabemos praticar o amor? Existem tantos casamentos arruinados hoje em dia. As pessoas se baseiam em aparência e não em caráter. Cada vez mais os relacionamentos são superficiais, cada vez mais as pessoas são consumistas e o dinheiro fala mais alto do que o amor. Amor? O que é o amor?  *"A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e enviar os estímulos sensoriais e psicológicos necessários para a sua manutenção e motivação. É tido por muitos como a maior de todas as conquistas do ser."  Acredita-se que a Bíblia Sagrada é o nosso "manual de instruções" para a vida. Sendo assim, resolvi publicar aqui um trecho dela, que fala sobre a prática do amor. Serve para refletir.

Livro 1: Coríntios - Capítulo 13


I Coríntios 13:1 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.
I Coríntios 13:2 Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.
I Coríntios 13:3 E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.
I Coríntios 13:4 O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece,
I Coríntios 13:5 não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;
I Coríntios 13:6 não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade;
I Coríntios 13:7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
I Coríntios 13:8 O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará;
I Coríntios 13:9 porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.
I Coríntios 13:10 Quando, porém, vier o que é perfeito, então, o que é em parte será aniquilado.
I Coríntios 13:11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.
I Coríntios 13:12 Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte; então, conhecerei como também sou conhecido.
I Coríntios 13:13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor.

Tradução de João Ferreira de Almeida revista e atualizada
* Trecho retirado do Wikipedia ( https://pt.wikipedia.org/wiki/Amor)








2 comentários:

  1. E, ao contrário do que muitos imaginam, o amor não é um sentimento, é uma escolha.
    Analisemos: UM sentimento é algo repentino que provoca sensações específicas... Mas, não o amor; quando optamos por AMAR, somos preenchidos de uma série de sentimentos, envolvendo o respeito, a compaixão, o cuidado, o querer o melhor para os outros etc.
    Bem como a felicidade não é o sorriso que me é desperto em certas ocasiões, mas um estado de espírito quase inalterável, independentemente das circunstâncias, o amor não é um sentimento, mas a minha opção.

    ResponderExcluir
  2. Olá, pensei que não ia escrever mais...
    Já falamos sobre isso?
    Bom, eu acho que dá para ser feliz estando só.
    Concordo que as relações estão rasas, superficiais...
    E príncipe só existe na cabeça da minha mãe, coitada.
    ;)
    bj

    ResponderExcluir

Seguidores